domingo, 4 de janeiro de 2009

eu sinto sua falta

Olá querida, anjo do meu pesadelo
Sombra na escuridão do necrotério
Vítima insuspeita das trevas do vale
Podemos viver como Jack e Sally se nós quisermos
Onde você sempre me encontrará
E celebraremos o dia das bruxas no natal
E à noite desejaremos que isso nunca acabe
Desejaremos que isso nunca acabe
Sinto a sua falta,
Sinto a sua faltaOnde está você?
Eu sinto muito.
Eu não posso dormir, eu não posso sonhar essa noite
Eu preciso de alguém e sempre
Essa doente estranha escuridão
Vem se arrastando de forma cada vez mais assombrada.
E comecei a contarAs teias das aranhas.
Que caçam os bichos e comem suas entranhas
Como a indecisão em ligar para você
E ouvir sua voz traidora
E você voltara para casa e parará a dor essa noite
Parará a dor essa noite
Não perca seu tempo comigo
Você já é a voz dentro da minha cabeça (eu sinto sua falta)
Não perca seu tempo comigo
Você já é a voz dentro da minha cabeça (eu sinto sua falta)
Não perca seu tempo comigo
Você já é a voz dentro da minha cabeça (eu sinto sua falta)
Não perca seu tempo comigo
Você já é a voz dentro da minha cabeça (eu sinto sua falta)
Não perca seu tempo comigo
Você já é a voz dentro da minha cabeça (eu sinto sua falta)
Não perca seu tempo comigo
Você já é a voz dentro da minha cabeça (eu sinto sua falta)
Eu sinto sua falta
Eu sinto sua falta
Eu sinto sua falta

Nenhum comentário: